Página Inicial
     
  TURMOR DE MAMA EM CADELAS  

   

As campanhas nacionais de prevenção do câncer de mama veiculadas em jornais, rádio e televisão, com participação freqüente de celebridades, desmistificaram o assunto e aumentaram a conscientização entre a população. Mas a doença não é exclusividade dos humanos, os animais também sofrem com o câncer.

O tumor de mama em cadelas é, em diversos aspectos, muito semelhante ao da mulher, eles têm as mesmas causas de desenvolvimento como, por exemplo, a dieta rica em gordura ou fatores genéticos, principalmente relacionados a distúrbios hormonais.

Alguns animais já podem nascer com problemas no material genético que os tornam propensos ao câncer.
Ao contrário do que muitos imaginam a neoplasia em mama, não causa dor, febre ou agitação no animal. O paciente começa a sentir dor quando o tumor cresce tanto que passa a comprimir terminações nervosas, nesse caso a dor é secundária, por isso chamamos de tumores silenciosos. E, é essa a principal função do proprietário, observar e detectar o primeiro sintoma, o aumento de volume.

O tumor de mama em cadelas é o que tem maior chance curativa, o grande problema é a negligência dos proprietários, que só trazem os animais quando o tumor já está muito grande, ulcerado e com odores. Às vezes, o tumor já tem metástase, ou seja, já ganhou a corrente sangüínea ou linfática e já esta comprometendo outros órgãos como pulmão, fígado e rins. Nesse momento, na grande maioria dos casos, não há muito que fazer.

O tratamento de eleição para o tumor de mama é cirúrgico (com alguns exames prévios), no qual deve ser feita a retirada da cadeia de mamas que envolvem o tumor, e nunca somente a retirada do próprio tumor (isolado). E por ter relação hormonal, recomenda-se também à castração. Os tumores retirados devem ser encaminhados para exame histopatológico, onde vai ser analisado o tipo do tumor e sua malignidade.

A prevenção para o tumor de mama pode ser feita pela castração precoce, o que reduz seu aparecimento em 98% dos casos, e evitar anticoncepcionais (injeções para não entrar no cio). O acasalamento não interfere no aparecimento desses tumores, ou seja, é mito a idéia de que "A cadela que não cruzar vai ter câncer de mama”.

Portanto, se observar qualquer desses fatores apresentados acima procure imediatamente seu veterinário.

 
......
 
......
       
         
 
 
Hospital Veterinário 24 horas | (19) 3441-2827
.