Página Inicial
     
  SARNA DEMODÉCICA  

 

 

Introdução:
A demodicidose canina ou sarna demodécica é uma dermatopatia parasitária, causada pelo ácaro do gênero Demodex sp que afeta animais jovens e adultos.

Agente etiológico: Ácaros de aspecto vermiforme do gênero Demodex.

Ciclo biológico: Se desenvolve no hospedeiro.
Parasitas essencialmente de folículos pilosos (pelos) e glândulas sebáceas de mamíferos.
O ácaro pode ser encontrado também fora de sua localização habitual, em : linfonodos, baço, parede intestinal, fezes, sangue e urina – sempre mortos.

Espécies:
Demodex canis
Demodex injai
Demodex cati
Demodex gatoi
Demodex ainda não caracterizada- “short bodied”

Transmissão: Vertical: da mãe para os filhotes.

Sistema imune e o ácaro:

  • Predisposição hereditária;
  • Herança autossômica recessiva de deficiência de linfócitos T específicos ao Demodex sp;
  • Animais afetados podem não apresentar outros sinais de deficiência imunológica;
  • A sarna demodécica clínica é um distúrbio imunossupressivo induzido pelo parasita, aonde a imunossupressão é proporcional ao número de ácaros presentes.

Classificação: (faixa etária)
Juvenil: até doze meses de idade em raças pequenas, médias e grandes e até 18 meses de idade para raças gigantes.
No animal jovem o aparecimento da demodicidose está relacionado com fatores:

  • Genéticos
  • Nutricionais
  • Situações de stress
  • Predileção racial

Adultos: sinais clínicos aparecem em animais com mais de 2 anos de idade, fato que não é corriqueiro.
A demodiciose em cães adultos é um sinalizador de outras doenças debilitantes:

  • Neoplasias
  • Doenças endócrinas ( hiperadrenocorticismo, hipotireoidismo)
  • Doenças auto imunes
  • Doenças infecciosas

Predileção racial: A demodicidose ocorre com maior freqüência em cães com raça definida.

Comprimento do pelame: A manifestação da sarna demodécica é mais freqüente em animais de pelame curto.

Cães de pelame curto: Shar-pei, pinscher, pug, boxer, bulldog inglês, daschund, pit Bull, waimaraner, terrier brasileiro.

Predileção racila em cães de pelame longo: yorkshire, pastor alemão, Cocker spaniel, old english sheepdog, collie.

Não há predileção sexual

Distribuição das lesões: Localizada e Generalizada

Sintomas:
Prurido somente com infecção bacteriana secundária
Ausência de prurido

Lesões dermatológicas:

  • Rarefação pilosa- alopecia
  • Eritema, pápulas
  • Hiperpigmentação e hiperqueratose
  • Escoriações, úlceras, descamação
  • Crostas melicéricas, hemorrágicas

Diagnóstico:

  • Raspado cutâneo profundo: 100% de positividade
  • Exame parasitológico do pelame: 89%
  • Exame microscópico do exsudato: 100%

EXCEÇÃO! Exame histopatológico 93% positividade
Sharpei
Pododemodicidose

Tratamento prescrito pelo médico veterinário consiste de medicações orais ou injetáveis e banhos terapêuticos.

O tempo do tratamento depende da gravidade do quadro e cura parasitológica e clínica avaliada pelo profissional.
Recidivas podem ocorrer.

 
......
Demodex Canis no Microscópio  
......
 
Demodicidose Localizada
 
Demodicidose Generalizada
 
Demodicidose Generalizada
 
Pododermatite Demodécica
 
 
 
     
         
     
         
     
         
         
         
           
         
           
 
 
Hospital Veterinário 24 horas | (19) 3441-2827
.